Generalidades Sobre o Estado

Os diferenciais de Santa Catarina também incluem seus recursos naturais. Há centenas de belas praias no litoral de mais de 500 quilômetros e serras esplêndidas se elevam dos limites da Planície Litorânea até o Planalto Serrano, onde, com frequência, cai neve.

A diversidade étnica também é notável: o povo catarinense é formado por descendentes de imigrantes de diversos países europeus, além de africanos e indígenas e, ainda, por pessoas de todo o Brasil e do mundo, que escolheram o Estado para trabalhar e viver.

Santa Catarina ficou à margem do cenário brasileiro nos primórdios da colonização portuguesa, iniciada em 1500.  Apenas na segunda metade do século XVII começaram a surgir os primeiros assentamentos no litoral catarinense.

fortemirante

No início do século XVIII, quando Portugal passou a ocupar terras a oeste de Tordesilhas, vieram imigrantes das ilhas dos Açores e da Madeira para se estabelecer no litoral catarinense. Eles desenvolveram uma economia de subsistência, baseada na farinha de mandioca. Ainda assim, até meados do século XIX a Província de Santa Catarina seria uma das menos populosas do Brasil.

Entre 1850 e 1872, após a independência o Brasil, a população de Santa Catarina duplicou. Foi o período das grandes colonizações no Sul, quando o Estado recebeu imigrantes alemães, italianos, eslavos, dentre outros. Os colonos se estabeleceram no Vale do Itajaí e Nordeste catarinense, organizados em propriedades familiares pequenas e produtivas. Eles diversificaram a economia e deram início à industrialização do Estado.

A variedade de povos que colonizaram Santa Catarina tornou impossível definir uma única cultura característica do estado. Alemães, italianos, portugueses, poloneses, austríacos, japoneses, africanos e índios fundiram suas culturas, conferindo características novas, mas que não necessariamente apagam as originais. Essa diversidade peculiar e característica do povo catarinense acabou por delinear as características sociais,econômicas e culturais do Estado.

etnias 1

Ainda que a maioria dos imigrantes europeus vindos durante o século XIX fossem agricultores, muitos também eram profissionais qualificados ligados à indústria. Na primeira leva de imigrantes que chegou a Blumenau, no Vale do Itajaí, havia agrimensores, carpinteiros, marceneiros, charuteiros, funileiros e ferreiros, além de lavradores. Todos apegados a uma ética de valorização do trabalho, sem que deixassem de lado a confraternização festiva. Foi a partir dessas peculiaridades que se forjaram duas características econômicas marcantes no Estado:o elevado grau de industrialização e a agropecuária de propriedades familiares.

Já os habitantes do litoral, os açorianos, originários das ilhas portuguesas dos Açores, trouxeram a tradição da pesca, fazendo do Estado o maior expoente brasileiro em pesca. 

A diversidade de paisagens é um ativo determinante para o surgimento de oportunidades de negócios em Santa Catarina. Seu litoral corresponde a 7% da costa do País e está rodeado por pequenas ilhas e baías, que criam belíssimas praias de areias brancas. Os inúmeros rios irrigam grandes planaltos e serpenteiam entre belíssimas serras escarpadas e depressões.

geografia

Relevo

Acidentado, o relevo catarinense apresenta variações em todo o território. Três tipos se destacam: Planalto Ocidental, que ocupa amaior parte do território; Planície Costeira, que recorta o litoral e favorece a formação de enseadas e baías; Serras Litorâneas, formadas pelas serras do Mar e Geral.

Clima

Predominantemente subtropical úmido, com chuvas bem distribuídas e secas ocasionais. Como as quatro estações do ano são bem definidas,as temperaturas médias variam, entre 13°C e 25°C na maior parte do ano. O clima no geral é mesotérmico, mas os diferentes relevos impõem diferenças extremas:o verão é de muito calor no litoral e nos vales, enquanto o inverno é de frio intenso e até de neve nas regiões mais altas.

Recursos hídricos

São duas vertentes de rios divididas pelas serras Geral e do Mar: Vertente do Atlântico, que inclui os rios Itajaí-Açu, Tubarão, Araranguá, Tijucas e Itapocu, orientados no sentido do mar; Vertente do Paraná, que ocupa a maior porção do estado e inclui os rios Iguaçu, Uruguai, Chapecó e do Peixe, que passam pelo planalto de Canoinhas, campos de Lages, Chapecó e Joaçaba, e seguem em direção à Bacia Platina.

Vegetação

O Estado possui um dos maiores percentuais de cobertura vegetal nativa do país. É composta por: Mata Atlântica, extremamente rica em biodiversidade, predominante na região das serras litorâneas e no Vale do Itajaí; vegetação herbácea, arbustiva, mangues e restinga no litoral; florestas com araucárias no Planalto Serrano; campos no planalto.

FIESC | Rodovia Admar Gonzaga, 2765 - Itacorubi - 88034-001 - Florianópolis/SC - Brazil - +55 48 3231 4662