Institutos SENAI de Tecnologia e Inovação

FIESC - SENAI

  • Spanish
  • French
  • Japanese
  • Russian
  • Arabic
  • Italian
  • Chinese (Simplified)
  • Português
  • Deutsch
  • English

ALUNOS DO SENAI/SC REALIZAM DESAFIOS DE ROBÔS E SOFTWARES CRIADOS EM ATIVIDADES PRÁTICAS

Equipes de Joinville e de Jaraguá do Sul venceram desafios realizados no sábado (3), nos quais também foram premiados estudantes de Rio do Sul e Chapecó.

2016.12.03 l senai challenge 36 2

 

2016.12.03 l senai challenge 138 0

 

Florianópolis, 5.12.2016 – Estudantes do SENAI/SC, entidade da FIESC, de diversas regiões do Estado apresentaram, no sábado (3), em Jaraguá do Sul, robôs móveis e softwares voltados à sustentabilidade, que desenvolveram em atividades que colocaram em prática os conhecimentos técnicos. Ao término das demonstrações dos projetos, uma equipe de Joinville sagrou-se campeã em robótica móvel, seguida de Jaraguá do Sul e Rio do Sul. Na classificação final da competição de soluções digitais, a anfitriã Jaraguá do Sul conquistou o primeiro lugar, seguida por Joinville e Chapecó.

 

Clique aqui para ver a cobertura completa do evento.

 

O SENAI Challenge é uma iniciativa da instituição em Santa Catarina, realizada pela primeira vez em 2016. O objetivo é dar oportunidade a estudantes dos cursos técnicos mantidos pela entidade, de desenvolver projetos de acordo com as suas áreas de formação e de maneira integradora. O resultado foi apresentado em uma competição em que as turmas de mecatrônica fizeram os seus robôs superarem obstáculos em uma pista. Já os alunos de informática apresentaram aplicativos de dispositivos móveis, com sistemas inteligentes para residências, com projetos que valorizaram a sustentabilidade ambiental. Além da etapa realizada em Jaraguá, o SENAI Challenge teve uma prova com kart elétrico, disputada no dia 26 de novembro, no município de São José.

 

O evento ocorreu no Jaraguá do Sul Park Shopping e teve participação de alunos, professores, familiares e clientes do empreendimento atraídos pela movimentação das equipes. Na abertura da competição, foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, jornalistas e convidados, ocorrido durante a semana. Jovens do município do Oeste e de outras cidades também lembraram a equipe de futebol por meio de camisetas e faixas com a hashtag #ForçaChape e com o refrão "Vamo, Vamo Chape".

 

Para o diretor técnico do SENAI/SC, Maurício Cappra Pauletti, a iniciativa mostrou-se positiva no sentido de apresentar à comunidade as possibilidades que a instituição oferece para a formação de trabalhadores para a indústria catarinense. "O SENAI atua numa perspectiva de desenvolver a formação de uma maneira contextualizada a realidade do mundo do trabalho, em que os alunos têm o desafio real baseado nas demandas que encontrarão no mercado. Assim, nestas provas, eles precisam mobilizar conhecimentos, desenvolver habilidades, realizar pesquisas e, principalmente, demonstrar capacidades socioemocionais, como o trabalho em equipe, o pensamento crítico e a criatividade. Desta maneira, vão estar preparados para resolver soluções para as dificuldades que encontrarão na indústria", explica. Como resultado deste investimento na formação completa do aluno, que leva em conta as necessidades da indústria, o índice de empregabilidade mostra que em torno de 85% dos egressos do SENAI são absorvidos por empresas em suas áreas de estudo após um ano da conclusão dos cursos.

 

Para o diretor do SENAI na região do Vale do Itapocu, Michael Eberle Siemeintcoski, o êxito de iniciativas como o SENAI Challenge se deve à qualidade do que é apresentado por alunos e professores. "É um evento que representa a essência do projeto de educação proporcionado pelo SENAI, em que além das habilidades que a indústria busca para elevar a sua competitividade há um investimento na formação completa de jovens, comprometidos em mudar a sociedade".


RESULTADOS

Na prova de robótica móvel, as equipes tinham como desafio desenvolver um robô autônomo, com tamanho padrão 40 cm x 50 cm que deveria vencer alguns obstáculos colocados em uma pista, com o menor tempo e somando pontos de acordo com o grau de dificuldade encontrada no trajeto.

 

Na classificação final, a equipe "Best trak", de Joinville, ficou com o primeiro lugar, seguida de Jaraguá do Sul e Rio do Sul. O estudante Gabriel Giovanetti, representando a equipe vencedora, explicou que o robô foi desenvolvido durante três meses pelos seis integrantes.

 

A prova de soluções digitais envolveu estudantes dos cursos técnicos em informática, informática para internet e em programação de jogos, sendo desafiados a desenvolver softwares para ambientes industriais ou residenciais, com foco em sustentabilidade.

 

Na classificação final, a equipe "The casa", de Jaraguá do Sul, ficou com a primeira colocação, seguida de Joinville e Chapecó. O aluno Luigi Taken Kita explicou que o grupo desenvolveu durante cerca de cinco meses um software que oferece um site para web com uma aplicação em java que simula o custo do uso de energia de eletrodomésticos em uma residência.

 

Assessoria de Imprensa da FIESC
48 3231 4673 - 98421 3600 - ivonei@fiesc.com.br